Como criar parâmetros dependentes em concurrents

Parâmetros Dependentes

Quando estamos criando um programa concorrente e configurando os parâmetros, muitas vezes precisamos que um (ou vários) deles seja dependente de outro parâmetro.

Mas como assim?

Já explico!

Imagine que você tenha duas tabelas, uma pai e outra filha, ou mestre e detalhe, como preferir. A filha é dependente da pai, certo?

Vamos usar como exemplo as tabelas do Order Management, onde nós temos a tabela de pedidos (OE_ORDER_HEADERS_ALL) e tabela de linhas de pedido (OE_ORDER_LINES_ALL).

A tabela de linhas é dependente da tabela de pedido, ou seja, precisamos primeiro de um pedido, para depois termos as linhas do pedido, certo?

Então, imagine um programa concurrente que tenha dois parâmetros a serem preenchidos:

  1. Número do Pedido
  2. Número da linha do Pedido

No primeiro parâmetro, criamos um conjunto de valores que servirá como lista para mostrar os registros existentes na tabela de pedidos. Até aqui, sem segredo.

Mas no segundo parâmetro, não faz sentido mostrar todos os registros existentes na tabela de linhas do pedido, concorda?

Não é muito melhor listar apenas as linhas que pertencem ao pedido informado no primeiro parâmetro?

Assim teremos ganhos de performance, já que a lista será filtrada e também evitamos que o usuário escolha uma linha de pedido errada.

Agora que expliquei do que estou falando, fica aqui comigo para que ao final desse artigo você saiba como implementar essa configuração.

Vou abordar aqui:

  • Configuração do parâmetro pai
  • Configuração do parâmetro filho

E vamos ao que interessa!

Configuração do parâmetro pai

Para ficar bem fácil de entender, vou mostrar o passo a passo da criação do conjunto de valores (value set) que listará as linhas da tabela de pedidos e depois a configuração do parâmetro:

Value Set Window

Value Set Table

Pronto! Primeiro parâmetro está finalizado, esse foi criado na maneira padrão, sem nada avançado.

Vamos ao segundo.

Configuração do parâmetro filho

Agora que vem a sacada, para criar um parâmetro dependente de outro, temos que referenciar o parâmetro que servirá de referência.

Para isso, utilizamos a sintaxe:

:$FLEX$.<VALUE SET DE REFERÊNCIA>

Que no nosso exemplo ficaria:

:$FLEX$.OM_ORDERS

Perceba aqui que referenciamos o conjunto de valores e não o nome do parâmetro.

Agora vou mostrar os detalhes da configuração desse segundo parâmetro:

Value Set Window

Value Set FLEXAgora no momento de informar os parâmetros, perceba que o parâmetro dependente fica desabilitado enquanto não informamos o valor do parâmetro pai:

Concurrent Parameters

Depois de informado, pressionando a lista de valores, a linha foi automaticamente selecionada pois só existia ela para o pedido informado:

Concurrent ParametersNão fica bem melhor assim?

Conclusão

O Oracle e-Business Suite fornece uma gama muito ampla de recursos e funcionalidades que facilitam e muito o nosso trabalho.

Uma prova disso é o tamanho do developer e implementation guide, são gigantes. ?

Esse recurso de parâmetros dependentes é uma forma elegante de se configurar um parâmetro com eficiência e segurança, implemente sempre que possível.

Se você ficou com alguma dúvida com relação a esse procedimento, não deixe de comentar aqui logo abaixo, responderei assim que possível.

Se esse artigo foi útil pra você, não deixe de compartilhar com a sua rede de contatos, seus colegas também podem estar precisando dessas informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *